Título: Diário de Um Banana: Maré de Azar
Autor: Jeff Kinney
Editora: Vergara e Riba
Ano: 2014
Páginas: 224
Gênero: Infanto-Juvenil
Número: 08
Continuação: Caindo na Estrada
Diário de Um Banana: Maré de Azar - Greg Heffley está numa maré de azar. Seu melhor amigo, Rowley Jefferson, o deixou de lado e encontrou novos amigos; e encontrar outros amigos na escola acaba sendo uma tarefa difícil. Para mudar sua sorte, Greg decide jogar os dados e deixar suas decisões a cargo do destino. Será que isso resolverá seus problemas, ou a vida de Greg está fadada a ser só mais uma história de azar?



Classificação:


   Sempre, desde que conheci a série, sou fanático por Diário de Um Banana. A história desse encontro maravilhoso se deu a mais de 4 anos atrás, quando uma colega minha me mostrou o primeiro livro na biblioteca da escola. Daquele dia em diante, essa série, que já vendeu milhares de exemplares, conquistou mais um fã. Tenho a coleção completa e vivo falando deles lá no @ummeninoleitor

   Não poderia, é claro, deixar de ler o oitavo livro, Maré de Azar, que conseguiu manter a essência da série muito bem e foi tão satisfatório quanto os outros. Na trama temos Greg indignado porque seu melhor amigo, Rowley, começa a namorar uma garota, Abigail, o que, segundo o nosso protagonista, é um desastre! Os dois vivem grudados um no outro e têm piadas que nunca incluem Greg. O garoto então passa a procurar novas amizades enquanto nos conta sobre um caso familiar que ocorre desde a época de sua bisavó. Ela tinha o hábito de colocar "brindes" em bolinhas e esconder pela casa. Após sua morte, descobre-se que aconteceu um acidente e seu anel de diamantes foi parar em uma dessas bolinhas, a partir daí, sua família entra em uma briga para saber quem roubou o anel.

   Na história Greg passa por muitas aventuras - ou desventuras, melhor dizendo - e são realmente muitos enfoques, mas o ponto principal está na bolinha número 8 que ele encontra. A bola de sinuca é diferente das outras, visto que ela responde tudo o que o garoto pergunta. A partir daí nem precisa perguntar! É só mais aventura, e, pra nós, altas doses de diversão



   Já tenho uma experiência com gêneros como o de Diário de Um Banana, porém nunca encontrei um capaz de superá-lo em qualidade e diversão. Acredito que nunca vou encontrar, pois a série, Maré de Azar principalmente, é única e tem uma qualidade que sempre supera as expectativas.  

   A trama é, ainda, narrada por Greg em formato de diário, um ponto positivo que favorece a boa construção do texto, por trazer mais dos pensamentos e ações do protagonista. Jeff Kinney tem uma escrita realmente maravilhosa, daquelas que além de conseguir transmitir claramente o que pensa e sente o protagonista, faz com que nos apeguemos a história, usando de fatos instigantes e divertidos que tornam a leitura fluida e satisfatória. O dinamismo da narrativa é tanto que fica difícil resistir à vontade de avançar na leitura. 


   A edição continua maravilhosa e admirável, arrisco dizer que a capa é a mais bonita, principalmente pela cor. O formato "capa dura" confere a edição ainda mais esplendor, a diagramação também não deixa a desejar, com uma arte pesada e bonita. O livro é bem pequeno e não encontrei nenhum erro de revisão, fato que é bem satisfatório. A tradução — não menos importante —,  também merce parabéns por ser bem clara e coerente. 

   Maré de Azar é um infanto-juvenil surpreendente e muito bem feito. Acredito que seja aquele tipo de livro que agrada a todos e não decepciona. Por mais que não seja do tipo que "marca a sua vida", é um passatempo bem divertido e emocionante, com uma trama infantil-juvenil que retrata, por vezes, a realidade desse período. Muito mais que diversão, o livro é capaz, assim como qualquer outro, de passar conhecimento, e isso é um ponto dos melhores. Um livro incrível, uma trama surpreendente. Eu recomendo, para todas as idades. 

   


5 Comentários

  1. Adorei a resenha. Vou ler esse livro. :D

    ResponderExcluir
  2. Confesso que nunca li essa série. Mas, tenho muita vontade, deve ser muito engraçado.
    http://quetal-carol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Li este livro e você falou direitinho a história na sua resenha parabéns!!! Adoro os livros da coleção Um Diário de Um Banana também.É muito legal!!!

    ResponderExcluir